Buscar
  • Valerio Augusto Pinto

Entenda as diferenças entre os cafés arábica e robusta

Atualizado: 10 de Out de 2019


Os apreciadores de um bom café sabem como a origem e o tipo de grão fazem toda a diferença na qualidade da bebida. Os cafés arábica e robusta, os mais tradicionais comercializados no Brasil, são bem diferentes em vários aspectos e, por isso, vale a pena conhecer um pouco melhor cada um deles.


Os cafés que são 100% Arábica estão habilitados a conseguir a Certificação Gourmet, por exemplo, mas ainda existem diversas outras diferenças que vamos avaliar neste artigo, como o sabor, teor de cafeína, quantidade de açúcares e o processo de produção.


Que tal uma boa leitura acompanhada de um delicioso café? Vamos lá!

Sabor e aroma. Por se tratarem de duas espécies diferentes de café, é natural que o sabor também seja muito distinto.


Assim, enquanto o arábica tem um gosto mais adocicado e ligeiramente ácido, o café robusta é mais marcante e amargo. O mesmo vale para o aroma, muito mais suave no arábica e mais denso e pesado no robusta.


Porém, é importante frisar que a diferenciação nesses aspectos, muitas vezes, está ligada às condições geográficas da produção, como o tipo de clima e solo. De forma geral, vale saber que os grãos de café arábica possuem uma gama maior de notas de aroma e sabor, o que oferece experiências sensoriais diversas ao consumidor.


Cafeína

Os apaixonados por café sabem que a quantidade de cafeína extraída de uma bebida depende, necessariamente, do método de preparo escolhido, podendo variar bastante.

É possível dizer que o café arábica e o café robusta possuem diferenças consideráveis no teor de cafeína em seus grãos antes do preparo. Enquanto o café arábica possui cerca de 1,2% de cafeína, o robusta tem 2,2%, ou seja, quase o dobro de porcentagem.


Teor de açúcares

Como a informação do sabor já sugeria, o café arábica possui maior teor de açúcar do que o robusta, que reconhecidamente gera uma bebida mais amarga. Em termos objetivos, o arábica tem entre 6 e 9% de açúcares, enquanto o robusta não passa de 7%, mas com médias que variam entre 3 e 5%.


Processo de produção

As plantas de arábica e robusta são muito diferentes, o que faz com que o processo de produção também seja variado.

Os pés de café arábica são sensíveis e demandam bastante cuidado dos produtores para garantir a qualidade dos grãos. As árvores, que possuem formato triangular, estão mais sujeitas às pragas e intempéries.

Já os pés de robusta são bem resistentes, tendo uma característica mais rústica e sendo extremamente produtivos nas mais diversas situações.


Qualidade da bebida e tipos de uso

Em termos gerais, o café arábica é mais apreciado e reconhecido pelos apaixonados pela bebida. Não é à toa que os cafés com classificação gourmet são sempre 100% arábica.

Já o café robusta contém um sabor um pouco mais difícil de agradar. No entanto, é muito usado em misturas e cafés solúveis devido ao seu alto grau de solubilidade.

Agora que você já conhece as principais diferenças entre os cafés arábica e robusta, vai ficar mais fácil escolher qual consumir.

Compilado pela Equipe do Café SuperCanastra


31 visualizações

SuperCafé Alimentos Ltda

Rua Francisco de Paula Xavier, 339

Piumhi - MG - CEP: 37.925-000

CNPJ: 17.320.155./0001-08

  • Facebook
  • Instagram

©2020 Café Super Canastra. Todos os direitos reservados.