Buscar
  • Valerio Augusto Pinto

A importância da torra do Café!

Atualizado: Jun 19


Nós do Café SuperCanastra entendemos que todo o processo de produção do café é importante, seja no campo, na terreiro, nas secadoras ou em sua armazenagem.

Entretanto, uma etapa é decisiva para a qualidade do café, especialmente de um café gourmet. É no momento de sua torra.

Não basta uma técnica apurada, é preciso também ter os sentidos muito desenvolvidos nesta tarefa. Para cada tipo de café existe um tipo de torra que consegue apurar melhor as suas qualidades.

TORRA MÉDIA: A torra do café gourmet é um dos passos mais importantes na fabricação desta bebida. A boa torra é aquela que realça as melhores características de sabor, aroma e acidez de cada tipo de grão. Ela interfere no aroma, sabor, corpo, acidez, finalização, equilíbrio, enfim quase tudo pode ser trabalhado ao longo da torra.


A torra média é o ponto de balanceamento entre as quatro principais características do café, que são corpo, acidez, aroma e amargor. A torra média propicia uma doçura marcante, aroma e sabor mais balanceados. Os sabores e aromas do grão se desenvolvem normalmente, acentuando o corpo e revelando a personalidade do seu café, ideal para coador de café de pano ou filtro de papel.


Para que tudo corra bem durante o processo, é fundamental que o mestre torrador utilize, além dos controles da torra os seus sentidos (visão, a audição e o olfato), para determinar quando o grão de café está corretamente torrado

TORRA SUAVE: É o resultado de um ponto de torra onde se acentua a acidez e se destacam a doçura e o aroma do café gourmet. Por isso, ele é indicado como a melhor receita para café da tarde.​


Somente os melhores grãos aceitam a TORRA SUAVE, e como não precisam esconder imperfeições levam menos tempo na torrefação, produzindo um café gourmet especial, menos encorpado. O resultado é um sabor suave, aromático e com baixo amargor residual. Ideal para apreciar sem adição de açúcar, tanto em coados quanto em expressos.


​A altíssima qualidade do processo empregado, preserva mais os óleos aromáticos da planta, com destaque para a fragrância a conservação de açúcares, ácidos, vitaminas e minerais.


​É na torra que as substâncias presentes no grão cru se desenvolvem, sendo por isso, um momento de crucial importância. A torra bem feita pode revelar todo o potencial de um grão especial, assim como uma torra mal feita pode acabar com ele. O tempo de torra interfere no sabor final da bebida. Quanto mais torrado, mais forte e amargo é o sabor do café.


185 visualizações

SuperCafé Alimentos Ltda

Rua Francisco de Paula Xavier, 339

Piumhi - MG - CEP: 37.925-000

CNPJ: 17.320.155./0001-08

  • Facebook
  • Instagram

©2020 Café Super Canastra. Todos os direitos reservados.