Buscar
  • Valerio Augusto Pinto

Café faz bem a saúde! (2)


Segundo o experimento realizado na Escola de Saúde Pública de Harvard (Harvard School of Public Health / HSPH), ficou comprovado que os ácidos clorogênicos e trigonelina alcalóide presentes no café ajudam na redução de glicose e insulina. Pessoas que aumentaram o consumo de café por dia num período de quatro anos tiveram um risco 11% menor de desenvolver o diabetes tipo 2. Para aqueles que diminuíram o consumo da bebida, registrou-se um aumento no risco de 17% para desenvolver a doença.


O café ajuda na liberação de ácidos graxos da gordura estocada no corpo, em termos mais simples, a queima de gordura. E a grande responsável por estimular e aumentar o desempenho em exercícios físicos é a cafeína. Inclusive, a mesma pergunta foi feita e confirmada pelo nutricionista Rodrigo Polesso.


Uma descoberta do Dr. Darcy Lima foi o efeito positivo do café na luta contra a depressão. Ficou comprovado que a incidência da doença é menor entre adultos e crianças que tomam até quatro xícaras de café por dia (quando comparado às pessoas que não tomam café ou uma menor quantidade).


Médicos e nutricionistas julgavam o café e a cafeína como os vilões da osteoporose. Acreditava-se que a bebida impedia a absorção do cálcio no organismo, enfraquecendo assim os ossos. Dr. Darcy Lima, porém, comprovou há pouco tempo que tudo isso se trata de um grande engano. Segundo seu artigo “O cálcio tem seu metabolismo rigorosamente controlado por uma série de hormônios e vitamina (vitamina D), de forma que dos 1.200 mg que ingerimos diariamente, apenas 300 mg são absorvidos. Caso precisemos de mais cálcio, o intestino apenas aumenta sua absorção. O consumo moderado de cafeína não causa osteoporose em idosos nem aumenta o risco de fraturas”, explica.


Dr. Darcy Lima coloca que o café pode inibir o alcoolismo e o consumo de drogas, afirma que os ácidos clorogênicos e os quinídeos formados na torra adequada do café podem até ser mais importantes que a cafeína na bebida e de grande ajuda na prevenção e controle da depressão e suas consequências como suicídio e o alcoolismo, uma forma lenta de suicídio, e suas consequências, como a cirrose. É importante entender que muitos medicamentos contra essas doenças contam com propriedades antagonistas opióides, como o naltroxone e o nalmefene. E o café possui naturalmente potentes antagonistas opióides


Compilado pela equipe do Café SuperCanastra

7 visualizações

SuperCafé Alimentos Ltda

Rua Francisco de Paula Xavier, 339

Piumhi - MG - CEP: 37.925-000

CNPJ: 17.320.155./0001-08

  • Facebook
  • Instagram

©2020 Café Super Canastra. Todos os direitos reservados.